Emily Dickinson

Bem-vindo(a) à página EMILY DICKINSON 

Reparando o erro de ‘desaparecimento’ da página original, aqui posto uma página temporária, enquanto vou recuperando a que havia antes…
emilydickinsonphoto1_thumb.jpg

Aos poucos, prometo ir coletando mais material de meu acervo da tão apreciada poetisa EMILY DICKINSON.

Beto.

Adendo I – A poetisa Emily Dickinson
Há centenas de traduções dos poemas dela em português, incluindo por parte de grandes poetas. Minha antologia predileta é esta: “Emily Dickinson: Uma Centena de Poemas”, Edit. T.A.Queiroz/USP, S.Paulo, 1984. Tradução, introdução e notas de Aíla de Oliveira Gomes.
À guisa se prefácio, o sr. Paulo Rónai, um dos mestres da tradução para o português no Brasil disse:

|”Invejem-me: tive as primícias deste trabalho. D. Aíla de Oliveira Gomes fez-me a honra de pedir a minha opinião.
Ei-la, em poucas palavras. Trata-se de empreendimento excepcional, corado de pleno êxito, tanto no campo da tradução poética quanto no da interpretação literária.”

O sr. Rónai, de saudosa memória no Brasil, onde fixou residência, desde que da Hungria imigrou para o Brasil, nos idos da segunda grande guerra. Rónai que a muitos ensinou o ofício de tradutor, justifica o “empreendimento excepcional” de Dona Aíla ao provar que ela traduziu tão bem os poemas da poetisa norte-americana “com o máximo de aproximação”, tendo assim realizado “quase um milagre”. Isso porque, de fato “Emily é intraduzível”, segundo o mestre da tradução – Rónai.

Trad., introd. e notas de Aíla de Oliveira Gomes
Trad., introd. e notas de Aíla de Oliveira Gomes


E eis que o milagre se produz com “o dom mais raro e a competência mais completa” de D. Aíla!  O veredicto do Mestre Rónai a Aíla lhe cai bem e este espera que tão grande sensibilidade possa fazer nascer novos tradutores com semelhante sensibilidade poética, sabendo quão pouco provável é encontrar outra “Dona Aíla”.

Mas que permitam, pelo menos, o aparecimento de uma turma de leitores generosos e pacientes, de que tanto precisamos nesta época de supervalorização da palavra falada.

Em todo caso, nenhum amante da poesia poderá, daqui em diante, ignorar Emily Dickinson ressurgida em português por obra e graça da Aíla de Oliveira Gomes. Quanto aos tradutores da poesia aqui têm eles o mais indispensável e o menos cansativo dos manuais. (Paulo Rónai) .

O desejo deste blogueiro é ter publicado em um curto espaço de tempo toda a obra de Emily que uma tão dedicada tradutora a ela devotou tanto e tão sagrado tempo com raro talento. (AQ).

“Emily Dickinson: Uma Centena de Poemas”, Edit. T.A.Queiroz/USP, S.Paulo, 1984. Tradução, introdução e notas de Aíla de Oliveira Gomes.).
ADENDO II – Google+ Comunidade Emily.

2 comentários sobre “Emily Dickinson

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s