Dia dos Namorados na América

Valentine's Day 2017 Mesmo com a advertência de Drummond na memória ("Não faças versos sobre acontecimentos"), ousei um poema para minha musa, neste Valentine's Day in USA. Confira, caro(a) leitor(a). AQ./. Plantation, Florida, US, 14th, Feb/2017.

Poesia e profecia

Poesia e profecia, draft de poemas do novo livro de Adalberto de Queiroz.

“Destino Palavra” em Goiânia

Diletos amigos do meu blog: A presença de vocês me deixará ainda mais feliz! Venha participar do coquetel. Estarei autografando a partir das 19h30. O livro tem posfácio do mestre (doutorando) Francisco Perna Filho. Capa e projeto gráfico - Mário Zeidler Filho. Revisão - Sérgio Marinho. Edição - Beto Queiroz Livros , 88 p.

Francisco Perna Filho, seleta de poemas

Eis abaixo uma Seleção da poesia de meu amigo Francisco (Chico) Perna, feita pelo próprio. Fiquei muito honrado com a participação do Chico Perna em nosso projeto "Literatura Goyaz: Antologia (2015).  Em um tempo qualquer [Ouvindo a Sinfonia nº. 5 de Gustav Mahler] Eu vi o Mar e a face líquida de Deus. Um transbordamento desta … Continue lendo Francisco Perna Filho, seleta de poemas

*Literatura Goyaz: Antologia 2015

 *Lançamento. Data: 19 de abril de 2016 Hora: 19h00 Local: Galeria do Teatro Basileu Toledo. ********************************* Uma nota na coluna do dileto amigo Ulisses Aesse merece uma ressalva no adjetivo usado pelo colunista no título: de acordo com o mestre Francisco Ferreira dos Santos Azevedo, em seu clássico dicionário Analógico, "colaborativo(a)", adj. diz respeito à combinação … Continue lendo *Literatura Goyaz: Antologia 2015

Leia Cadernos de Sizenando

Leia Cadernos de Sizenando, poemas e crônicas. Alumbramento; poesia mística e dicção própria.

Último pio do poetinha “Vargas”

DO ARTIGO DO amigo e parceiro do poeta Pio Vargas, hoje presidindo a Ube/Go, meu caro escritor e advogado Edival Lourenço em Colunistas Revista Bula. DESPERTÁCULO *Último poema de PIO VARGAS (1964-1991) Es­tou pron­to pa­ra a guer­ra que en­con­tro quan­do acor­do: bo­tei vi­gia nos sen­ti­dos e ilu­di com com­pri­mi­dos ou­tros se­res a meu bor­do. Aban­do­nei o ví­cio de … Continue lendo Último pio do poetinha “Vargas”