Das “Migalhas Filosóficas” (1) Soren Kierkegaard


Sören KIERKEGAARD, filósofo e teólogo dinamarquês (1813-1855)

Lendo Sören KIERKEGAARD, achei esse trechinho que dedico aos meus amigos do PMI/GO. Trata-se de um “projeto teórico” (filosófico), mas as conexões estão postas para toda a construção de projetos. Veja se não?
O contexto – As “Migalhas Filosóficas” ou “Um bocadinho de Filosofia” foram escritas por S.K. simultaneamente ao “Conceito Angústia”, e publicadas em 13 de junho de 1844, quatro dias antes da publicação da obra mais famosa (Angústia) e dos menos conhecidos (Prefácios), sob o pseudônimo de João Clímacus (Johannes Climacus). Ele é um humorista (auto-definição) com um estofo filosófico considerável (leitor de Descartes, Leibniz e Espinoza), familiarizado com os gregos e uma espécie de alter-ego de S.K. e como tal define-se como autor não Cristão declarado, entre cristãos. Essa criatura terá ao longo da vida de seu Criador (Kierkegaard) um antípoda (Johannes Anticlimacus), autor da “Doença para a Morte” (em português, “O Desespero Humano”) e da “Escola de Cristianismo” – sendo este sim um autor cristão em grau eminente, por definição” afirma Álvaro Valls, responsável pela tradução.

https://files.acrobat.com/a/preview/a8bac0c9-c141-4738-a44b-61c94ea24811

+++++
Fonte: KIERKEGAARD, S. “Migalhas Filosóficas ou um Bocadinho de filosofia de João Clímacus”. Trad. Ernani Reichmann e Álvaro Valls, 2a. ed., Petrópolis, RJ, Vozes, 2008.

Mais sobre S.K.

2 comentários em “Das “Migalhas Filosóficas” (1) Soren Kierkegaard

  1. Como diante de todo pensador realmente grande, me sinto humilde. E sei que só arranhei a superfície. A amplitude de Kierkegaard, seus disfarces (se podemos chamar assim) para retratar, para apontar os males em sociedade – não ‘físicos’, mas metafísicos, não ‘concretos’, visíveis, mas invisíveis, por se passarem no domínio do pensamento e consciência humanas – me fascina e estarrece. Li poucos livros – Temor e Tremor, As Obras do Amor, É Preciso Duvidar de Tudo, O Desespero Humano – e tenho mais alguns à minha espera. Uma longa caminhada ainda…

    Curtir

    1. CLAIRE, Caríssima amiga:
      Kierkegaard nos fascina. EU estou apenas começando, mas já é motivo de grande alegria ler o teólogo-filósofo dinamarquês.
      Depois das “Migalhas”, tenho eu também uma pilha diante de mim, mas sempre com redobrado contentamento me aproximo de Kierkegaard.
      A força dele está em nos trazer para diante do “Mistério” da Fé sem pré-julgamentos.
      As “Migalhas” parecem escritas por um sujeito que se não crê, está desejoso de achar um porquê crer, de tornar-se um crente.
      Seu crédito, contudo, é socrático. Portanto,ele precisa de uma ajudazinha, como “o cocheiro que não é capaz de puxar a carga de seu cavalo, mas pode ajudá-lo com o chicote”. O chicote da dúvida já é, em muitos casos, um bom caminho para crer. Não acha?
      Estou ansioso por passar logo à leitura de “Doença até à Morte”, sobre o Desespero Humano. Vi que você já leu e não me lembro de uma resenha no seu blog. Se tiver, me manda pra eu publicar aqui, com o dévido crédito, naturalmente.
      Temor & Tremor é uma belíssima viagem junto com Abraão. Nessa, é impossível não anotarmos tantas maravilhas dolorosas, ao longo dessa jornada. O livro é pleno de citações maravilhosas. É claro que não como teólogos novos que estão prontos para nos agarrar pela garganta e nos manter ligados até o fim dos curtos livros. Kierkegaard vai caminhando com Abraão, à sua maneira, nos levando, pouco importando se continuamos ligados ao seu fio do pensar.
      Boa maneira, pois, é portar-se com humildade de tão grande pensador.
      Até porque com ele aprendemos que “A coragem da Fé é um único ato de humildade”.
      Abraço fraterno do
      Beto.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s