Voegelin e a consciência do tempo


ERIC VOEGELIN (*1901/+1985) – filósofo nascido em Colônia (Alemanha), formado na Universidade de Viena (d’Áustria) e que passou grande parte da vida nos EUA, para onde emigrou em 1938 e se tornou cidadão norte-americano em 1944. Voegelin começou a ser lido no Brasil por um grupo restrito de pessoas ligadas à Filosofia e à Crítica, até que a É Realizações fez um trabalho de divulgação da obra do filósofo austríaco que nos possibilitou aos simples interessados e não-profissionais da Filosofia conhecer o pensamento extraordinário desse homem fora do mainstream do pensar, que passou grande parte de sua vida ensinando na Universidade Estadual da Louisiana, em Munique e no Instituto Hoover da Univ. Stanford.
Sobre Voegelin, já publiquei algumas notas de leituras (Voegelin) de edições de seus livros em inglês, bem como uma entrevista com o tradutor de ANAMNESE (e outros) para o português, Elpídio Mário Dantas Fonseca.

O que me interessa bastante em Voegelin não é nem tanto sua abordagem da Política – sua teoria da Ordem na História, que me agarra, sim; mas para além disso são suas memórias, onde engendra seu processo de Anamnese, título do livro em referência. O próprio editor brasileiro anota que

“Anamnese é uma obra central dentro da odisseia intelectual de Voegelin. Marca a mudança, da filosofia da história esboçada em “A Nova Ciência da Política” e desenvolvida nos três primeiros volumes de “Ordem e História”, para a preocupação com a filosofia da consciência dos dois últimos volumes, “A Era Ecumênica”e “Em Busca da Ordem”
(…)
A “natureza peculiar da obra” decorre de que ”Anamnese é o único entre os livros de Voegelin”, [que] “revela um autor olhando para trás e inventariando seu crescimento, em vez de avançar rapidamente em novas regiões e novos problemas. Anamnese é, pois, como que um afastamento dos hábitos eruditos de Voegelin. “

São as lembranças anotadas, após esboçar a Teoria da Consciência e sua leitura da obra de Edmund Husserl que é o foco deste post.
Sem me dar ao trabalho de redigitar, fiz uma figura em scanner de alguns textos do cap.4 – Anamnese. São lembranças do filósofo datadas de antes de seus dez anos de idade. Foram escolhidos “casos”, segundo Voegelin, “em razão de seu conteúdo e seu lugar no tempo. Casos relevantes em termos de conteúdo são os que têm que ver com os estímulos da experiência de uma transcendência no espaço, no tempo, na matéria, na história, nos sonhos desejosos e nos tempos desejosos…” As experiências posteriores aos 10 anos de idade do filósofo “não foram selecionadas, primeiro de tudo, porque elas foram complicadas através do trauma da emigração, e, segundo, porque as experiências de tempos posteriores já não têm o caráter natural das mais antigas, mas, ao contrário, estão estruturadas pelas mais antigas, o que introduz complicações para uma análise”.

Para o leigo em filosofia, como este bloguero, o sabor da leitura desses “casos” nos traz uma face humana de um erudito que parece distante do comum dos homens, mas que então se mostra franco e transparente como uma criança.rouxinol-imperador 2

Essas memórias do pensador – ou suas “experiências anamnésicas” são úteis porque são “experiências que abriram fontes de estímulo, de onde resultou a vontade para mais reflexão filosófica”. Devemos, portanto, a estes exercício de lembrar o posterior “elaborar” da consciência do filósofo porque essas memórias “excitaram a consciência para a ‘dor’ da existência”.
Portanto, assim como na poesia a reflexão (poema) e dor se interligam no “radicalismo e na largueza da reflexão filosófica” de Eric Voegelin.

O Rouxinol do Imperador*

O Rouxinol do Imperador_Voegelin

Leia o “Rouxinol”, Conto de Andersen, na íntegra.Citação de Voegelin_Rouxinol

+++++
Fonte: VOEGELIN, Eric. “Anamnese: da teoria da história e da política”.  trad. Elpídio Mário Dantas Fonseca. S.Paulo, É Realizações, 2009. 544 pp.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s