Leituras do feriado republicano


Por ora, só a alegria de compartilhar o que me ocupa no feriadão da República.DSC00495
E claro, me pergunto se alguém em sã consciência ainda se lembraria de saudar a velha dama – principalmente entre nós entusiastas da Monarquia (e parte dos 6 milhões de eleitores derrotados no plebiscito) ?
A todos os amigos, monarquistas ou republicanos, um bom feriado!

7 comentários em “Leituras do feriado republicano

  1. Beto,
    Estou vendo entre suas leituras “republicanas” um Elias Canetti… Bom! Comecei a leitura do “Auto-de-fé” e me entusiasmei mesmo. Só o deixei por causa de minha desorganização intelectual que se traduz em: muita coisa boa para ler e pouco tempo para desfrutar da leitura… Talvez, há dois meses atrás, se já tivesse lido a conferência de Borges,”O Livro”, na qual ele diz que leitura é felicidade e só devemos ler o que nos traz alegria eu não tivesse deixado o Canetti para trás…

    Então, fora o Pároco, tem alguma coisa boa – e bem traduzida – do Bernanos traduzido para o português? O que vc me indica?

    Curtir

    1. Caro Sérgio,
      Obrigado pela visita.
      Seu comentário exige um post. Li bastante o Canetti e posso afirmar que este livro publicado pelo espólio não mantém o padrão de sua obra.
      Volto em breve com respostas consistentes a este comentário.
      Fraterno abraço do
      Beto.

      Curtir

  2. Olá Beto !
    Estou de volta deste Portugal agora à deriva!
    Mas não sabia que a monarquia “reina” ainda por aí! Aqui há ainda um saudosismo…
    Pelo que tenho lido, o seu blog acompanha muito as correntes literárias. Aqui há novos valores muito interessantes. Quando puder e se houver aí, registe o nome de José Luís Peixoto. Uma tipo de mensagem a não perder de vista, acredite. Já ganhou vários prémios internacionais.
    Sabe que eu tenho aí um tio, cuja obra literária estou a publicar aqui. Já ganhou vários prémios de poesia aí no Brasil.
    Um abraço
    Manuela Barroso

    Curtir

  3. Olá Beto,
    Mais uma visita .
    Apreciei esta última tradução da Emily. Tudo que envolva Natureza num estado mais puro nos atrai!
    Procurei o seu endereço mas não consegui ver..
    Falarei de meu tio oportunamente.
    Mas, pessoalmente, penso que é um caso muito “sério”!
    À toute à l´heure…
    Cordiallement
    M. Barroso

    Curtir

  4. Olá Beto ! Estou de volta deste Portugal agora à deriva! Mas não sabia que a monarquia “reina” ainda por aí! Aqui há ainda um saudosismo… Pelo que tenho lido, o seu blog acompanha muito as correntes literárias. Aqui há novos valores muito interessantes. Quando puder e se houver aí, registe o nome de José Luís Peixoto. Uma tipo de mensagem a não perder de vista, acredite. Já ganhou vários prémios internacionais. Sabe que eu tenho aí um tio, cuja obra literária estou a publicar aqui. Já ganhou vários prémios de poesia aí no Brasil. Um abraço Manuela Barroso

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s